Selecione no mapa
a região em que deseja navegar

Você está em:

5º Prêmio InovaInfra | Moura Dubeux é premiada por obras de retrofit em Pernambuco

3 minutos de leitura
Compartilhe nas Redes Sociais

Com a presença de mais de 170 participantes, entre engenheiros e profissionais, executivos e representantes dos principais players da infraestrutura no Brasil, a 5ª edição do Prêmio InovaInfra em 2024 mostrou que há uma nova força na busca por inovação na Engenharia: atender as necessidades de preservação ambiental do planeta, aliando as novas tecnologias à sustentabilidade. 

Foram mais de 120 projetos inscritos por concessionárias e empresas de engenharia, sendo 30 deles eleitos pelo Júri Independente e premiados no dia 09 de abril, no Centro Brasileiro Britânico, em São Paulo.

O Prêmio NovaInfra

Idealizado pela revista O Empreiteiro, que há 60 anos atua nos diversos segmentos da engenharia e infraestrutura, o Prêmio InovaInfra busca valorizar iniciativas voltadas para a inovação nessas atividades e que possam contribuir para a melhoria acelerada dos serviços em transportes, saneamento, energia, petróleo e gás, construções industriais e habitacionais, dentre outros necessários para a sociedade.

Antes da solenidade com a entrega dos troféus, o evento contou com um ciclo de palestras de alguns projetos premiados, analisando temas representativos como o avanço da modalidade BIM e das tecnologias digitais na gestão de obras, inovações que buscam atender à demanda crescente por sustentabilidade na engenharia e soluções clássicas que se mantêm competitivas nos canteiros.

Moura Dubeux preserva memória com retrofit em Recife

Mais que fazer parte do desenvolvimento de uma cidade, a Moura Dubeux tem atuado na preservação das memórias e histórias do lugar, por isso vem se especializando em obras de retrofit e contribuindo para a manutenção de construções seculares e simbólicas.

Em Pernambuco, a empresa está inovando ao executar o retrofit em um equipamento hoteleiro e uma antiga fábrica de moagem de trigo, que estão virando residenciais no Recife e registram recorde de aceitação do público.

Além do cuidado com a memória, o retrofit reduz a geração de resíduos de obra e permite a

reutilização e transformação de materiais que podem voltar para a construção. “Estamos

comprometidos com a agenda de ESG, com metas, indicadores e busca por uma operação cada vez mais pautada nesses princípios que unem a sustentabilidade, a responsabilidade social e as melhores práticas de governança”, comenta o CEO da companhia, Diego Villar.

Na avenida Boa Viagem, o Lucsim Interncional Palace foi projetado pelo arquiteto Acácio Gil Borsoi, na década de 70. A construção, referência pelo seu design moderno e arrojado, recebeu turistas por mais de 40 anos e encerrou a operação em 2021.

O cuidado para preservar a história do hotel e o legado de Acácio foram primordiais para a Moura Dubeux, que convidou Marco Antônio Borsoi, filho do arquiteto, para assinar a retrofitagem do Novo Lucsim. 

Serão 168 unidades habitacionais, tipo estúdio ou apartamento, com metragem que varia de 27,88 m² a 120m².

Além de atualizar os espaços de lazer e áreas comuns, a construção está passando por um

processo de transformação tecnológica e ambientais. Ela contará com placas fotovoltaicas para energia solar, automação para irrigação de jardins e consumo de água e energia, por exemplo.

No centro do Recife, a Moura Dubeux está transformando os silos de trigo do antigo Moinho Recife em dois residenciais, uma operação singular, desafiadora e incomum no mundo. 

Os Silo 240 e Silo 215 são os empreendimentos de moradia que integram o Moinho Recife Business & Life, iniciativa que remodelou as demais estruturas da construção para transformá-la em um equipamento de lazer e serviços.

O retrofit vai preservar a estrutura cilíndrica da área, mas trazendo conforto, praticidade e modernidade para os novos moradores.

O projeto dos silos foi o case que nos trouxe mais uma premiação para a Moura Dubeux, reforçando nosso compromisso de contribuir na manutenção de construções seculares e simbólicas. 

Estamos muito felizes com o prêmio e, especialmente, por saber que em meio ao grande desafio de contribuir para a manutenção de construções seculares e sanar problemas de ordem técnica, social e ambiental, podemos contar com equipes que trabalham diariamente com muito planejamento e cuidado na execução.

Confira abaixo fotos da premiação: 

prêmio novainfra moura dubeux

 

5º premio novainfra
Créditos: acervo Moura Dubeux

E não deixe de seguir a Moura Dubeux no Linkedin para ficar por dentro de mais novidades como esta! 

Posts relacionados

Atualização de cadastro