Selecione no mapa
a região em que deseja navegar

Você está em:

Entenda o que é uma empresa de capital aberto

2 minutos de leitura
Compartilhe nas Redes Sociais

Capital aberto, IPO, investidores, Novo Mercado… Para quem não é familiarizado com o mercado financeiro, essas palavras podem ser confusas. Por isso, preparamos essa publicação para te ajudar com alguns termos que fazem parte do cotidiano de uma empresa de capital aberto.

A Moura Dubeux tem orgulho de ser a primeira incorporadora do Nordeste a estar na bolsa de valores (B3). Tudo começou em 2020, quando fizemos a nossa oferta pública inicial (em inglês, initial public offering, IPO).

O que é IPO?

O termo IPO é usado frequentemente para se referir a esse momento em que as empresas ofertam, pela primeira vez, suas ações no mercado. 

Com a IPO, uma empresa começa a receber novos sócios, chamados de investidores, a partir da venda de suas ações de forma pública e gerenciada pelas normas da bolsa. No Brasil, esse processo é normatizado pela B3, a bolsa de valores nacional.

Esse momento foi muito importante para nós da Moura Dubeux e para o mercado. Com uma IPO, a empresa que oferta as ações se predispõe a fornecer informações sobre sua gestão publicamente e, ao mesmo tempo, irá conviver com novos acionistas, o que significa uma mudança na sua estrutura de gestão. 

Para o mercado, também é um momento interessante, pois, a partir de uma IPO, há oportunidades de ganhos para os investidores.

Ao todo, captamos R$ 1,04 bilhão em nossa oferta pública inicial.

A partir desse momento, a empresa se torna de capital aberto. Isso significa que ela oferece ações para o mercado e, em troca, seus acionistas podem participar dos resultados que, na Moura Dubeux, passam por auditorias independentes e são divulgados a cada trimestre. 

Para mais informações, acesse o site dedicado exclusivamente para a nossa Relação com Investidores.

Uma nova fase para a gestão da Moura Dubeux

Com a nossa entrada na bolsa, as mudanças que fizemos com o tempo na nossa gestão ficaram mais evidentes. Isso porque ingressamos no segmento chamado de Novo Mercado, o mais alto em transparência e governança.

A B3 possui os níveis de listagem Novo Mercado, Nível 1, Nível 2, Bovespa Mais e Bovespa Mais Nível 2. Cada um deles representa um tipo de padrão de governança corporativa que as empresas têm de cumprir para estarem listadas.

Uma vez que o Novo Mercado é destinado para empresas que adotam, voluntariamente, práticas de governança corporativa adicionais às que são exigidas pela legislação brasileira, nós aderimos a esse segmento.

Para isso, precisamos atestar que adotamos um conjunto de regras que garantem os direitos dos nossos acionistas, além de nos comprometer com a divulgação de políticas e existência de estruturas de fiscalização e controle. 

Aproveite para ficar por dentro de todas as regras que compõem o Novo Mercado.

A Moura Dubeux se comprometeu com um alto grau de transparência ao abrir seu capital. 

Acreditamos, dessa forma, que um bom diálogo com todos os nossos clientes, além dos nossos investidores, é uma parte importante do nosso trabalho.

Depois desse texto, esperamos que você tenha compreendido mais sobre empresa de capital aberto e fique mais familiarizado com o vocabulário que é utilizado para falar sobre o relacionamento com investidores e com o mercado.

Se esse conteúdo te ajudou, aproveite para compartilhá-lo em suas redes sociais! 

Fique por dentro das novidades MD!

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos.

Posts relacionados

3 minutos de leitura

Atualização de cadastro