Blog_Meu_Lugar_MD_Pauta_Blog

Como escolher o andar ideal para o seu apartamento?

O andar do apartamento pode influenciar e muito na decisão final de quem procura o lugar ideal para morar. Fatores como a ventilação, a incidência de luz, o preço e a facilidade de locomoção têm papéis importantes nessa escolha e, para ajudar você a decidir, nós preparamos uma lista com as vantagens e desvantagens de cada andar. Confira:

Andares mais altos

  • Vantagens

Uma das principais vantagens de comprar apartamentos em andares mais altos é que é possível observar toda a cidade lá de cima. Essa vista privilegiada é um grande diferencial e pode até servir como critério de desempate entre dois empreendimentos que tenham basicamente a mesma estrutura.

Outro ponto importante é que quanto mais alto o andar, maior é a privacidade dos moradores, já que é possível deixar as janelas e cortinas abertas a qualquer hora do dia. Essa vantagem, entretanto, não existe caso o prédio esteja cercado por outros empreendimentos com o mesmo número de andares, o que é comum nos grandes centros urbanos.

Apesar disso, andares mais altos costumam atrair mais compradores por causa de vantagens que tornam o dia a dia mais fácil, como a rara presença de insetos (já que eles dificilmente chegam a grandes alturas) e a maior ventilação do espaço, que possui uma corrente de ar maior e deixa o ambiente menos abafado durante as épocas mais quentes.

  • Desvantagens

Quem pretende comprar apartamentos em andares altos deve estar preparado para gastar mais dinheiro, já que os preços altos são a principal desvantagem desse tipo de empreendimento. Além disso, é preciso se acostumar com o fato de que, embora o barulho interno, do próprio condomínio, seja minimizado pela altura, o barulho externo, que vem das ruas, pode ecoar e até ficar mais alto em grandes alturas.

A dificuldade de locomoção é outro ponto a ser levado em conta já que os moradores costumam ficar mais dependentes do elevador do que aqueles que moram no primeiro ou segundo andar e, em casos de falta de energia, talvez seja preciso usar as escadas. Por isso, andares mais altos não são recomendados para idosos ou pessoas com problemas de coluna ou coração.

Andares mais baixos

  • Vantagens

Na contramão dos apartamentos em andares altos, aqueles em andares inferiores tendem a ser mais baratos, o que representa uma vantagem tanto para quem vai comprar quanto para quem vai vender, já que o negócio pode ser fechado de forma mais rápida e fácil. Por isso, pode também ser um ótimo investimento para quem deseja alugar o imóvel.

Além disso, a facilidade de locomoção entre o térreo e o terceiro andar costuma ser outro atrativo para quem prefere andares mais baixos, pois em casos de falta de energia ou problemas com os elevadores, ainda é possível subir de escada sem tanto esforço.

  • Desvantagens

Na maioria dos prédios, a área de lazer tende a ficar no térreo ou em um mezanino. Por isso, quem compra apartamentos em andares mais baixos costuma sofrer um pouco mais com o barulho de festas e outros eventos que acontecem no condomínio. Mas, apesar disso ser considerado uma desvantagem, o problema pode ser facilmente resolvido com um acordo entre os moradores.

Já alguns pontos que não podem ser revolvidos facilmente são a pouca incidência de luz, devido aos prédios e outras construções que existem nos arredores, e a baixa circulação de ar, que acaba deixando o ambiente um pouco abafado.

Agora que você já sabe os prós e os contras de cada andar, que tal começar a pesquisa pelo apartamento ideal? Aqui no nosso site tem opções em cinco estados do Nordeste. Basta escolher a cidade e o bairro de preferência e conferir aquele que mais se adequa ao seu perfil!

Postado em 10 de março de 2017
Sem Comentários 40.356 Visualizações

Comentários: