Selecione no mapa
a região em que deseja navegar

Você está em:

Vender ou alugar seu imóvel: qual é a opção mais rentável?

5 minutos de leitura
Compartilhe nas Redes Sociais

Quem investe em imóveis pode ficar em dúvida: vender é mais vantajoso que alugar? Na verdade, a resposta varia de investidor para investidor. 

Decidir vender ou alugar um imóvel pode ser algo que traz muitas dúvidas para quem é proprietário. Isso porque as duas opções têm seus prós e contras e, na realidade, tudo vai depender de diversos fatores individuais e da necessidade do momento. 

Se você tem um imóvel ou planeja comprar um apartamento para investir, mas ainda não sabe qual é a melhor forma de obter retorno, a gente te ajuda!

Neste artigo, você vai conhecer as principais vantagens de vender ou alugar um imóvel e decidir qual desses caminhos será mais interessante para seus investimentos. Vamos lá? 

4 vantagens de vender seu imóvel

Se você está cogitando a venda do seu imóvel, confira as quatro principais vantagens abaixo: 

1. Liquidez imediata

Uma das grandes vantagens da venda de um imóvel é a liquidez imediata. Ou seja, ao vender sua propriedade, você recebe todo o seu valor em dinheiro, que pode ser destinado para outros investimentos, como comprar outro imóvel por um valor mais interessante, pagar dívidas ou realizar outros objetivos. 

Essa injeção de capital também pode ser uma reserva de emergência em momentos de necessidade financeira.

2. Menos responsabilidades com administração

Ao vender um imóvel, você também se desvincula de todas as responsabilidades relacionadas a ele. 

Isso significa que não haverá mais dores de cabeça com manutenção, reparos, pagamento de impostos, relacionamento com inquilinos ou imobiliárias etc. 

A venda permite que você mude completamente o foco, especialmente se você já administra outros investimentos ou tem uma agenda corrida.

3. Alto potencial de lucro

Em um momento favorável do mercado imobiliário, a venda de um imóvel pode gerar um lucro considerável. Se você comprou o seu imóvel por um preço abaixo do que o valor de mercado atual, pode colher os benefícios da valorização. Além disso, a venda elimina o risco de flutuações no mercado de aluguel.

Logo, se seu objetivo é lucrar com a valorização, encontrar o momento certo para vender um imóvel que tende a valorizar é, certamente, uma das melhores alternativas nesse cenário.

4. Praticidade na hora de dividir bens

Se você planeja passar seus bens para herdeiros, vender o imóvel pode simplificar o processo de divisão dos seus ativos. Dessa forma, o valor do bem pode ser distribuído entre os beneficiários de forma mais equiparada, evitando complicações relacionadas à gestão das propriedades da família. 

Quando vender o seu imóvel pode ser uma desvantagem? 

Decidir pela venda do seu imóvel como alternativa mais lucrativa vai depender dos seus objetivos de investimento, então, é necessário levar em consideração todos os pontos, inclusive os negativos. Antes da decisão, considere que: 

  • Com a venda, você perde um ativo valioso que poderia continuar a valorizar com o tempo, principalmente se há projeção de crescimento do mercado imobiliário. Nesse caso, é importante avaliar a urgência da transação;  
  • A venda de um imóvel também tem custos, que incluem corretores de imóveis, taxas legais e impostos que podem diminuir o lucro líquido da venda. Certifique-se de colocar todos esses custos no papel antes de tomar sua decisão;
  • Ao vender seu imóvel, você está retirando uma parte significativa do seu portfólio de investimentos, o que pode afetar a diversificação dos seus ativos. 

3 vantagens de alugar seu imóvel

Se você tem um imóvel e pensa em obter renda com aluguel ou, ainda, se está pensando em comprar um imóvel para investir, veja as quatro principais vantagens de seguir por esse caminho: 

1. Obter renda passiva

Uma das principais vantagens de ter o seu imóvel alugado é a possibilidade de ter renda passiva. Ou seja, enquanto sua propriedade estiver alugada, você obtém um fluxo constante de dinheiro, que pode ser usado como uma renda complementar, investimento em outros ativos ou para um objetivo específico.

Outra prática que tem sido cada vez mais comum entre os proprietários é o aluguel por temporada. Especialistas relatam que ela pode ser até mais rentável que o aluguel tradicional, a depender do tipo de imóvel, localização e período. 

Empreendimentos como os da bandeira Beach Class, da Moura Dubeux, por exemplo, são ideais para esse tipo de investimento, pois estão localizados em regiões de alta procura (geralmente à beira-mar), possuem uma estrutura de lazer e serviços completa, além de plantas que vão de apartamentos studio até opções com garden e 3 quartos.

Clique aqui para conhecer mais sobre a linha Beach Class

2. Você tem um ativo que valoriza com o tempo

Manter a posse da sua propriedade enquanto aluga significa se beneficiar da valorização do imóvel ao longo do tempo. Se seu imóvel é de alto padrão ou está localizado em áreas nobres ou onde o mercado imobiliário está em ascensão, isso pode ser uma vantagem ainda maior. Vale lembrar que essa valorização entra no valor de venda e também no valor do aluguel. 

3. Aumenta seu leque de possibilidades 

Ao optar por alugar, você mantém a flexibilidade de tomar decisões futuras. Se em algum momento você precisar do imóvel para uso pessoal, transformá-lo na sua residência fixa ou ter uma segunda moradia, ou ainda, se desejar vendê-lo em um momento mais oportuno, terá essa opção disponível. Além disso, sendo proprietário do imóvel, você tem seu patrimônio diversificado, dando mais segurança financeira para sua família. 

Quando alugar pode ser uma desvantagem? 

Tal qual na possibilidade de venda, é preciso analisar quais são os seus objetivos e quais riscos se está disposto a correr, afinal, todo investimento tem seus riscos e aqui não seria diferente. Ao alugar seu imóvel, você: 

  • Ainda arca com algumas responsabilidades, como a manutenção e benfeitorias no imóvel, além de tratar questões relacionadas aos inquilinos, mesmo com o intermédio de uma imobiliária, o que pode exigir tempo e recursos;
  • Pode correr o risco de inadimplência ou atraso nos pagamentos, o que pode ser um problema, especialmente em momentos de crise econômica. Para minimizar o problema, conte com a ajuda de uma imobiliária e estabeleça tudo em contrato;
  • Pode não obter uma valorização tão previsível quanto com a venda ou não ter uma renda tão lucrativa quanto o esperado. 

Vender ou alugar meu imóvel: o que vale mais a pena? 

A decisão de vender ou alugar seu imóvel depende de muitos fatores, como seu perfil investidor, metas financeiras, situação pessoal e preferências. Se você chegou até aqui e quer colocar na balança os prós e contras, confira um resumo do que exploramos neste artigo: 

  • Se você precisa de liquidez imediata ou planeja investir em outro empreendimento ou ativo, vender pode ser a melhor alternativa;
  • Se o que você almeja é uma fonte de renda passiva e previsível, o aluguel pode ser a escolha certa;
  • Avalie o mercado imobiliário local e as tendências de valorização. Isso vai ajudar a entender se a venda ou o aluguel é mais vantajoso a longo prazo.
  • Entenda que existem responsabilidades e custos associados às duas opções; 

A decisão de vender ou alugar seu imóvel deve ser baseada em seus objetivos financeiros, momento de vida e no perfil de investidor no qual você se encaixa. Não há uma resposta certa ou errada, pois tudo varia de pessoa para pessoa, e o que é mais rentável para um grupo pode não ser o melhor para o seu caso. Portanto, avalie cuidadosamente suas opções e busque orientação profissional, se necessário, antes de tomar sua decisão!

E se você gostou deste conteúdo, aproveite para acompanhar mais sobre a Moura Dubeux nos seguindo nas redes sociais! 

 

Fique por dentro das novidades MD!

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos.

Posts relacionados

2 minutos de leitura
5 minutos de leitura

Atualização de cadastro